Mensagem de Reflexão para Julho

 
 

A vaidade é filha da ignorância.

 

 

 

 

Aos que sofrem

 

 

Uma das mais importantes características dos Rosacruzes é o carinho e o desinteresse material que põem nos seus esforços decididos para instruir os seus pupilos e cuidar dos que sofrem; é o sinal inconfundível da sua altíssima estatura! Eles pertencem ao número dos que conduzem a evolução dos seres existentes na Terra; são divinos e por isso mesmo invisíveis para as pessoas vulgares, que só podem ver o que os seus olhos físicos podem abarcar, e se encontra entre determinados graus de vibração; o que está para cima ou para baixo desses graus já não pode ser detectado! Não atendem os assuntos fúteis.

 

 

 

As pessoas que buscam no Apoio destes Grandes Seres o alívio e a cura dos seus males do corpo ou da alma, se o fazem com sinceridade, têm a sua Protecção durante a vida e até depois da morte! Para isso bastará pedir o seu Auxílio e depois manter com eles o contacto.

 

 

 

Todo o Auxílio aos que sofrem é prestado gratuita e amorosamente. Para o receber é necessário apenas pedi-lo por escrito, mas fazê-lo com a maior sinceridade e confiança nos Divinos Seres que os vão atender.

 

 

 

O pedido tem de ser feito com tinta líquida, feita com água, a tinta vulgar; não servem as esferográficas, os lápis nem a máquina, pois a água pode fixar no papel o magnetismo do corpo do enfermo, no qual esses Grandes Seres, a quem também chamamos Irmãos Maiores, encontram uma amostra nítida do estado da saúde e o meio de se encontrarem com o doente e lhe ministrarem os cuidados necessários.

 

 

 

Para merecer a continuação deste grande Auxílio é necessário que nos dias e horas indicados semanalmente para o Serviço de cura, seja renovado o pedido. Para isso recolherá ao silêncio, fará a sua súplica mentalmente e em seguida fará a sua oração, que não é necessário ser muito longa, mas sentida, agradecida; seguidamente escreverá uma breve informação sobre o estado de saúde; por baixo porá a data, por extenso, e o seu nome. Ao terminar este serviço, em cada mês, levará logo para o correio as referidas informações, para que cheguem depressa ao seu destino, com a maior quantidade de magnetismo; e, até estar curado fará o mesmo, todos os meses.

 

 

 

As doenças agudas curam-se mais facilmente; as crónicas levam mais tempo! Se a doença estiver relacionada com o fim da existência não se curara; mas o enfermo receberá grandes alívios, será amparado até ao fim. Por isso deixará a vida terrena conscientemente e continuará a ser amparado por esses Grandes Seres, até que esteja inteiramente seguro da nova situação e possa, sozinho, seguir o seu novo destino.

 

 

 

Do exposto se pode concluir da transcendência deste Auxílio, que tão amorosa como desinteresseiramente é prestado.

 

 

 

O Auxílio dos Irmãos Maiores não exclui a intervenção dos médicos e do pessoal de enfermagem! Pelo contrário, esses Grandes Seres utilizam o serviço de todos esses funcionários, em cujos cérebros colocam as ideias mais convenientes ao tratamento das enfermidades e ajudam a encontrar as causas da doença. Durante o sono, porque o espírito está fora do corpo, é quando os Irmãos Maiores, ajudados pelos médicos e pessoal de enfermagem, cuja conduta moral lhes inspira confiança, vão tratar dos doentes. Se houver anomalias internas os Irmãos ensinam médico e os seus auxiliares a materializar as mãos dentro dos corpos dos enfermos e a praticarem os serviços que forem necessários à sua cura!

 

 

 

Portanto, os médicos e os enfermeiros e enfermeiras, dotados duma boa formação moral, encontram nestes grandes Seres Amizade, e com eles estão durante a vigília e durante o sono, para os ajudarem a bem cumprir a sua Missão. Desta Camaradagem com os Divinos Seres resulta um grande avanço na senda evolutiva para os que mereceram essa distinção.

 

 

 

As despesas com as organizações genuinamente Rosacruzes são pagas com o que os seus Membros e os simpatizantes agradecidos lhes dão, pois tudo quanto é verdadeiramente Rosacruz é gratuito, não pode ter quotas nem qualquer outro sistema de contribuição monetária.

 

 

Os pedidos de Auxílio serão dirigidos pelos que sofrem à:

 
 

FRATERNIDADE ROSACRUZ DE PORTUGAL

Apartado 21093

1127-001 Lisboa